O que fazemos

Intercâmbio em Comunicação Comunitária


   Ligia kloster Apel e Marco Lopes em atividades de estúdio / Foto: Criar BrasilMarco         

O intercâmbio com os representantes do Instituto Mamirauá do Amazonas teve por objetivo realizar uma troca de experiências a partir das produções do CRIAR BRASIL e apresentar a metodologia de trabalho da organização no desenvolvimento de produções de rádio.

Lígia Kloster Apel, radialista e Marco Lopes, técnico de comunicação comunitária, participaram da ação e avaliaram positivamente o intercâmbio.

 “É uma oportunidade de oxigenarmos nossas ideias para futuras produções da rede. O ambiente urbano, no qual o Criar Brasil está inserido, nos propicia o conhecimento de uma produção mais dinâmica na elaboração dos conteúdos radiofônicos” disse Ligia, que é membro associada da Associação Mundial de Rádios Comunitárias -AMARC Brasil.

 A questão técnica também é fundamental nessa troca. “Um ponto que nos interessa bastante é essa questão técnica. Desde a forma de captação, utilizando recursos como, por exemplo, uma híbrida até no momento de usar um software de edição com mais recursos”, afirmou Marco, que trabalha também na edição de vídeos para a Rede Ribeirinha de Comunicação Comunitária.

 



VOLTAR