O que fazemos

Pela Vida de Todas Elas


A violência doméstica alcança mulheres sem distinção, mas sabemos que algumas estão mais expostas que outras. Mulheres com deficiência estão nesse grupo de maior exposição, seja pela dificuldade de obter informações, de denunciar, além de questões impostas pelo próprio corpo, que podem ser de ordem física, sensorial, comunicacional, intelectual. O Fundo de População das Nações Unidas aponta que elas têm três vezes mais chances de sofrer violência. Por isso, percebendo a urgência deste tema, o Criar Brasil, que há 27 anos vem trabalhando ativamente com temas relacionados à defesa de Direitos Humanos na criação de conteúdo e comunicação, buscou com a assessoria do Coletivo Feminista Helen Keller construir este formulário (https://forms.gle/3bU3oEuxgB8P1kbY6), que tem como intuito conhecer estas mulheres e, através de suas respostas, propor uma comunicação que alcance todas, dentro de suas especificidades.

Como apoiar? Responda, salve, compartilhe em suas redes!

Audiodescrição: Sobre fundo roxo, escrito em letras brancas: Pela vida de todas elas. Pesquisa sobre violência doméstica com foco em mulheres com deficiência. No canto inferior direto, sobre um quadro branco logos de Realização Criar Brasil, Assessoria Coletivo Feminista Helen Keller, Apoio Heinrich Böll Stiftung, Rio de Janeiro.



VOLTAR